sexta-feira, janeiro 11, 2008

Enigma, diferendos e paixão

Serenidade
Era o que sentia quando me procuraste,
O dia a dia fluía
Foi como que um passo de magia
Aquilo a que muitos chamam evoluir,
Carinho e paixão
A eloquência a maior razão,
Procuraste justificar-te
Neblina
A mais visível das clarificações,
Arbitrariedade foi uma das coisas que te vi
Cordialidade reconheço-te,
Mas o teu passado só tu podes alcançar
Fazes-me sofrer apenas porque alguém magoou,
Mas melhores são as memórias
As superiores afeições,
Um estado de arte
Um momento quente,
Para mim o que ficou…

Autoria: Lúcio Balula Júnior

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home